No dia 29 de Agosto, o FAMOD realizou encontro com a Comissão Nacional de Eleições (CNE), o Fórum recebido pelo presidente, o Sr. Abdul Carimo e o porta-voz Sr. Paulo Cuinica.

O FAMOD presentou suas preocupações sobre o envolvimento de todos tipos de deficiência nos processos eleitorais em Moçambique, començando pelos problemas de acesso a informação nos anúcios televisivos e uma explicação dos processos tanto de eleição como de voto para pessoas com deficiência auditivas. Igualmente falou se da necessidade de bolentis de votos estarem escritos em Braille para as pessoas com deficiência visual.

Por sua vez, o Presidente do CNE comprometeu se nos seguintes pontos:

 – Fazer menção nos seus discursos sobre acessibilidade das pessoas com deficiência no processo eleitoral obedecendo o decreto 53/2008, e expor as questões da deficiência em todas as instuições dirigidas pelo STAE ;

– Partilhar o encontro que se realizou entre os mídias como forma de consciencializar a sociedade sobre a questão da deficiência;

-Garantir  a realização de encontros regulares entre o FAMOD e o STAE para o desenho de estratégias para inclusão das pessoas com deficiência nos sufrágios;

-Garantir a melhoria na acessibilidade nos locais das assembleias de votos em todo o Pais.